segunda-feira, 5 de maio de 2008

Amadurecendo o Amor

Estava chorona naquele dia.
Emocionava-se com tudo
Até mesmo vendo o Papa.
Mas, depois que viu um filme francês,
que tratava de um encontro de amor
depois dos setenta anos,
sentiu o envelhecer melhor.
Comovida ficou,
debulhou-se em lágrimas,
mas, agora,
imaginando-se lá na frente
com seu possível amor na velhice.
Aquele abraço,
aquele beijo,
como se fossem os primeiros,
com o gosto conservado da juventude.
Pensa que aos cinquenta
está pronta para encontrá-lo.
Madura, rejuvenescida,
saboreando a cor do beijo,
pensa nesse desejo
e sua porta se abre
em grandes braços abertos
amando o seu amor
amando o amor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails