quarta-feira, 9 de abril de 2014

Guru Amit Goswami e o ativismo quântico



O físico Amit Goswami faz palestras e workshops sobre ativismo quântico, no Rio e São Paulo, até o próximo dia 15 deste mês. Goswami, que era cético, passou a questionar suas crenças e valores ao entender que 'não há matéria nem espírito sem consciência'. Segundo ele, 'tudo é movido pela consciência, não a nossa particular, mas uma rede invisível, que conecta todas as pessoas do mundo, gera infinitas possibilidades e torna realidade somente o que é melhor para o coletivo'.

Amit fala da força do pensamento positivo, quando transmitido ao próximo e que 'qualquer pessoa pode exercitar a consciência, atrair boas energias e conquistar benefícios para si e para os outros. Isso pode ser alcançado através da meditação, pois acalma a mente, abrindo espaço para mais escolhas boas'.


Para Goswami, o exercício da consciência, o pensamento emanado positivamente e essa conexão que nos coloca a todos numa grande rede, tem efeito igual àquele quando dedicado às atividades criativas como: escrever, pintar e cantar. Além disso, dar mais atenção à intuição, deixa a mente livre para mais possibilidades quânticas.

terça-feira, 1 de abril de 2014

A ditadura em mim, seus nós em nós — Medium

Coloquei o link do texto de Chico Alencar, para que seja lido e refletido. É uma verdadeira aula de História do Brasil, contada por que viveu aqueles tempos de chumbo. Vale ler cada palavra. Aproveito e agradeço a Chico pela generosa oportunidade e por compartilhar esse roteiro histórico.

A ditadura em mim, seus nós em nós — Medium:



'via Blog this'

sábado, 8 de março de 2014

Sobrevivência

Sei o quanto são importantes os gestos e a generosidade é um dos que mais me mobilizam.
Sei também o quanto custa o tempo de cada um de nós e, dentro de mim, ele corre assustadoramente para frente, sem querer esperar.
Quando dei por mim, passaram-se mais de 30 anos escrevendo uma palavra atrás da outra, contando as histórias dos outros, os fatos, com algumas pausas para produzir, fotografar, pintar.
As palavras nunca me dão trégua, entende?
A palavra é o meu presente e o meu futuro, que precisam ser alimentados não só de esperança.
Valorizar é um exercício sem precedente e, colocar uma palavra que dê significado à outra não é coisa muito fácil de se fazer e de se entender.
Como jornalista, quero e preciso fazer o meu melhor, já que essa é minha profissão e é dela que sobrevivo. A palavra sobreviver traz um significado, para mim, de algo que não está completo, de algo que fica rastreando o outro lado, para saber como seria viver o inteiro.
Sobreviver ao desemprego, talvez seja uma das coisas mais penosas para alguém que só quer viver de seu trabalho. Ter seu ganha-pão! Como pode, né?
Uma sensação de humilhação pela impotência.
Então, apenas sobrevive.
Sobrevive.
Sobrevive a vida, que não mede esforços, nem soluça a dor.
Nem soluça o choro que rola dentro, invisível.
Sobrevive!

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Contraste dos Sentidos

Ai...a tristeza vem acompanhando o lado alegre,
que se assusta ao vê-la tenebrosa.
Muito dela, pra pouco da outra.
O que deveria se incendiar,
acalorar,
acaba frio feito Himalaia,
que se enrola em echarpe vermelha,
para se livrar da neve branca,
gélida.
Contraste.
Excessos.
Imprevisto, agora.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O pesadelo quer ser sonho


O sonho de um pesadelo

Enquanto via aquele movimento, que se expandia em minha frente, pensei que tudo aquilo não passava de um tenebroso sonho.
Localizar a barra... Sim, essa era a saída, mas, onde e ela poderia estar para me arremessar daquele pesadelo infindo?
Era como se meu corpo estivesse envolvido por um vidro transparente, que me fazia voar sem direção. Uma bolha ao léu. Não conseguia encontrar a tal barra que intuía ser o meu resgate.
Então, percebi que poderia seguir a frase “relaxa e goza” e assim o fiz. Deixei-me levar pelo vento, pela bolha, que agora flutuava alto, altíssimo. Agora, não mais me preocupava em procurar a suposta barra salvadora, apenas me deixava levar. Fui seguindo aquele caminho impreciso, desprovida de vontade, mas com certa coragem.
Conseguia ver o azul, o branco, o vermelho, quase grudada no céu. Um meio indescritível de se estar, mas estava lá para eu ver que o pesadelo pode se tornar uma forma prazerosa à medida em que se deixa seguir e ver onde vai dar, sem medos. O sonho do pesadelo é ser sonho.

por Solange de Paula

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Caos e Beleza por Mário Moreira

 
O artista plástico Mário Moreira apresentará a exposição "Caos e Beleza", no espaço do Sesc, em Nova Friburgo, a partir do dia 8 de agosto, às 19 horas, com vernissage. O público poderá ver suas esculturas até o dia 31 desse mês. Moreira estará no dia 16/08, também às 19 horas, no Sesc-Friburgo, para bater um papo com os visitantes curiosos para saber sobre suas obras.
O Sesc fica aberto de 3ª a 6ª feira, das 8 às 17 h e, aos sábados e domingos, das 9 às 18 h. A entrada é franca e Livre para todos os públicos.
O endereço é: Av. Presidente Costa e Silva, 231. Telefone: 22 25435000. Site: www.sescrio.org.br

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails